Notícias › 01/02/2018

Taxa de desemprego fecha 2017 em 11,8%, revela IBGE

Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (PNAD Contínua), divulgados nesta quarta-feira, 31/1, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego entre outubro-dezembro de 2017 fechou em 11,8%. Houve uma queda de 0,6% em relação ao trimestre de julho-setembro, que ficara em 12,4%.

Já a taxa média anual passou de 11,5% em 2016 para 12,7% em 2017, a maior da série histórica da pesquisa. A população desocupada (12,3 milhões) caiu 5% (menos 650 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior ― que era de 13 milhões de pessoas. Em relação a este mesmo trimestre de 2016, quando havia 12,3 milhões de pessoas desocupadas, houve estabilidade.

Já a população ocupada (92,1 milhões) cresceu 0,9% em relação ao trimestre anterior (mais 811 mil pessoas) e o número de empregados com carteira de trabalho assinada (33,3 milhões) ficou estável. 

O número de empregados sem carteira de trabalho assinada (11,1 milhões de pessoas) apresentou estabilidade em relação ao trimestre anterior e subiu 5,7% (mais 598 mil pessoas) em relação ao mesmo trimestre de 2016.

Por fim, o rendimento médio real habitual (R$ 2.154,00) no trimestre outubro-novembro-dezembro ficou estável em ambas as comparações.

Por Canção Nova, com IBGE

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.