Rua Polignano A’Mare, 51 - Brás
Cep: 03005-040 - São Paulo, SP

Secretaria
Evangelho do dia › 28/08/2017

2ª-feira da 21ª Semana do Tempo Comum

1ª Leitura – 1Ts 1,1-5.8b-10

Abandonando os falsos deuses vos convertestes,
esperando dos céus o seu Filho,
a quem ele ressuscitou dentre os mortos.

Início da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 1,1-5.8b-10

1 Paulo, Silvano e Timóteo, 
à igreja dos tessalonicenses, 
reunida em Deus Pai e no Senhor Jesus Cristo: 
a vós, graça e paz! 
2 Damos graças a Deus por todos vós, 
lembrando-vos sempre em nossas orações. 
3 Diante de Deus, nosso Pai, 
recordamos sem cessar a atuação da vossa fé, 
o esforço da vossa caridade 
e a firmeza da vossa esperança em nosso Senhor Jesus Cristo. 
4 Sabemos, irmãos amados por Deus, 
que sois do número dos escolhidos. 
5 Porque o nosso evangelho não chegou até vós 
somente por meio de palavras, 
mas também mediante a força que é o Espírito Santo; 
e isso, com toda a abundância. 
Sabeis de que maneira procedemos entre vós, 
para o vosso bem. 
8b A vossa fé em Deus propagou-se por toda parte. 
Assim, nós já nem precisamos de falar, 
9 pois as pessoas mesmas contam como vós nos acolhestes 
e como vos convertestes, abandonando os falsos deuses, 
para servir ao Deus vivo e verdadeiro, 
10 esperando dos céus o seu Filho, 
a quem ele ressuscitou dentre os mortos: 
Jesus, que nos livra do castigo que está por vir. 
Palavra do Senhor. 

Salmo – Sl 149, 1-2. 3-4. 5-6a.9b (R.4a)

R. O Senhor ama seu povo de verdade. 
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia 
1 Cantai ao Senhor Deus um canto novo, * 
e o seu louvor na assembléia dos fiéis! 
2 Alegre-se Israel em Quem o fez, * 
e Sião se rejubile no seu Rei! R.

3 Com danças glorifiquem o seu nome, * 
toquem harpa e tambor em sua honra! 
4 Porque, de fato, o Senhor ama seu povo * 
e coroa com vitória os seus humildes. R.

5 Exultem os fiéis por sua glória, * 
e cantando se levantem de seus leitos, 
6a com louvores do Senhor em sua boca * 
9b Eis a glória para todos os seus santos. R. 

Evangelho – Mt 23,13-22

Ai de vós, guias cegos!

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 23,13-22

Naquele tempo, disse Jesus: 
13 Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! 
Vós fechais o Reino dos Céus aos homens. 
Vós porém não entrais, 
nem deixais entrar aqueles que o desejam. 
15 Aí de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! 
Vós percorreis o mar e a terra para converter alguém, 
e quando o conseguis, o tornais merecedor do inferno, 
duas vezes pior do que vós. 
16 Ai de vós, guias cegos! 
Vós dizeis: ‘Se alguém jura pelo Templo, não vale; 
mas, se alguém jura pelo ouro do Templo, então vale!’ 
17 Insensatos e cegos! 
O que vale mais: o ouro ou o Templo que santifica o ouro? 
18 Vós dizeis também: 
‘Se alguém jura pelo altar, não vale; 
mas, se alguém jura pela oferta que está sobre o altar, 
então vale!’ 
19 Cegos! O que vale mais: 
a oferta, ou o altar que santifica a oferta? 
20 Com efeito, quem jura pelo altar, 
jura por ele e por tudo o que está sobre ele. 
21 E quem jura pelo Templo, 
jura por ele e por Deus que habita no Templo. 
22 E quem jura pelo céu, jura pelo trono de Deus 
e por aquele que nele está sentado. 
Palavra da Salvação. 

Reflexão – Mt 23, 13-22

Muitas vezes, temos dificuldades de ver a religião na sua totalidade e, com isso, a reduzimos a alguns aspectos que julgamos mais importantes, mas que são frutos na nossa subjetividade. O problema é que, na maioria das vezes, nos prendemos ao que é acidental no plano da fé, como, por exemplo, sinais externos ou formas de espiritualidade e nos esquecemos dos valores que de fato são essenciais à nossa fé, seja no plano das verdades, seja no campo da espiritualidade, seja no campo da moral ou da virtude, de modo que a nossa religiosidade fica sendo superficial e unilateral, a religião que nós queremos viver e não a religião que Deus quer que nós vivamos.

Fonte: CNBB